Como os Cinemas Drive-In passaram de relíquia para solução em tempos de pandemia


Imagem: Ivan Ferreira/Divulgação


Se você tem entre 30 e 40 anos, com certeza você já deve ter ouvido alguma história dos seus pais ou tios de como eram legais os cinemas drive-in que eles frequentavam. A chegada nos grandes estacionamentos, uma gigante tela de cinema, a pipoca e, claro, as paqueras. Os cinemas ao ar livre chegaram no Brasil no final dos anos 60 e foram um sucesso durante as décadas de 70 e 80.


Alguns filmes famosos, como Grease e Cinema Paradiso, retratam um pouco dessa cultura cinematográfica, mas que, com o passar do tempo, foi se perdendo com a chegada das locadoras de filmes em VHS e do crescimento da programação nas televisões.

No Brasil, o único que ainda funciona desde a sua inauguração é o Cine Drive-In, em Brasília, inaugurado em 25 de agosto de 1973, e que agora, por conta da necessidade do isolamento social, medida importante para o controle da disseminação do Coronavírus, está voltando com tudo.


Com as salas de cinema fechadas e sem previsão de abertura, os cinemas drive-in tem sido uma ótima solução para os amantes do cinema e uma opção de lazer para quem quer sair um pouco de casa, mas com segurança. Como os espectadores não compartilham o mesmo ambiente, uma vez que não precisam sair dos seus carros, o lazer está garantido, mesmo em tempos de pandemia. Vemos hoje, espalhados por várias cidades do Brasil, o renascimento dos cinemas no formato “dentro do carro”.


E quem pensa que apenas os cinemas estão se reinventando com os formatos drive-in, estão muito enganados. Outras opções de lazer estão se adaptando a esse formato. Já temos alguns circos, apresentações de stand-up e shows no estilo drive-in acontecendo pelo país. Shows do Jota Quest, Marcelo D2, Turma do Pagode, Anavitória e Patati Patatá estão confirmados em um evento que acontece em São Paulo nos meses de junho e julho.


Quem diria que o Richard Hollingshead, que, para ajudar a sua mãe que se sentia desconfortável em ir ao cinema, por estar acima do peso, colocou um lençol no quintal de casa e projetou um filme, iria ser uma importante solução para o lazer em tempos de pandemia, quase 100 anos depois da criação do famoso Cinema Drive-In.

22 visualizações0 comentário